john john blacksmith

5 perguntas para conhecer John John Blacksmith

Eles são do interior de São Paulo e estão fazendo um som com pegada folk pra lá de legal. Estamos falando da John John Blacksmith, uma banda de São José dos Campos, formada por Edson Penha, Túlio Aquino, André Filu e Thiago Escoza Milani. Confira nosso papo com eles!

FDW: Como surgiu a John John Blacksmith?

John John Blacksmith: Eu, Edson, morei por dois anos no Sul do Paraná, numa cidade bem pequena. Num dia, após assistir o filme “Once” com Glen Hansard e Markéta Irglová resolvi que iria tentar algo no estilo “singer songwriter”, algo que até então nunca havia concebido. A cada vez que eu voltava pra casa em São José Dos Campos – SP, aproveitava pra gravar as composições e logo eu teria 6 músicas em voz e violão gravadas. Mais ou menos 6 meses antes do meu retorno definitivo, voltando de uma balada, eu mostrei as músicas ao Túlio Aquino, que na hora propôs montarmos a banda, algo que não era possível na época, pela distância. Daí em diante foi questão de tempo, logo que eu voltei já tínhamos a formação definida, começamos a tocar e hoje somos o John John Blacksmith.

FDW: E o nome da banda, de onde vem?

JJBS: O nome da banda não carrega muito mistério, “Blacksmith” vem do labor do ferreiro e a transformação que este infere sobre o material grosseiro e “John” vem ornamentar o “Blacksmith” com sua simplicidade e sonoridade.

FDW: De tantos estilos que existem, porque escolheram o folk? Qual a maior influência de vocês no estilo?

JJBS: As músicas tiveram sua origem no lance “singer songwriter”, algo que já caminha bem próximo ao Folk. Quando juntamos a banda, para arranjar as primeiras músicas, naturalmente concluímos que estávamos tocando Folk. Cada um da banda traz consigo influências diversas, que permeiam diversos estilos além do Folk, a convergência das influências individuais cria a identidade da banda, de modo que não conseguimos apontar de maneira definitiva uma influência que simbolize tudo isso.

john john blacksmith

FDW: Eu vi no Facebook que vocês começaram em 2013, qual a maior conquista da banda até agora?

JJBS: As nossas maiores conquistas são imateriais. A maior delas é o fato de permanecermos unidos após 2 anos onde todos se equilibram em 2 empregos, o nosso vínculo fraterno é coisa da qual mais nos orgulhamos, e é algo percebido pelo nosso público que várias vezes nos vêm falar que eles o percebem e se identificam com a banda através disso.

FDW: Vocês já lançaram algumas músicas na web, quando sai o primeiro disco?

JJBS: Temos um single virtual “When The Magic Happens” disponível para download em nossa página do SoundCloud, lá também você vai encontrar outras músicas numa versão “bootleg” de parte do material que compõe o nosso primeiro Full Album, em fase de mixagem, que deverá ser lançado no começo de 2016 pelo selo Bigorna Discos.

Bora conferir o som dos meninos?

Compartilhe