city and colour

Review: City and Colour – 26 de Abril de 2016, Cine Joia

City and Colour – 26 de Abril de 2016, Cine Joia – SP


Antes de contar sobre o show, algumas palavras sobre como tudo aconteceu: Cheguei em casa perto da hora do almoço, abro o Facebook e recebo uma mensagem: Maísa (a.k.a FolkdaWorld) me contando que passou a credencial do blog para o meu nome. Coube a mim a responsabilidade – e o prazer – de cobrir o evento e contar os pormenores aqui. Engoli o almoço sem mastigar e peguei o primeiro avião que pude de Curitiba para São Paulo. Um misto de alegria e ansiedade. Pronto, vamos ao que interessa.

Um Cine Joia absurdamente lotado esperava o palco ser tomado pela música de Dallas Green. Muito antes do show começar já estava bem difícil de caminhar até o bar ou banheiro. As pessoas defendiam seus lugares com unhas e dentes, apreensivos pelo setlist em constante mudança. Será que ouviria minha favorita?

city and colour2

Foto: Facebook Cine Joia

Luzes apagadas, todos tomam seus lugares sem demora para a primeira música, ‘Woman’. A faixa de abertura do disco ‘If I Should go Before You’ pode soar amedrontadora para os fãs que gostam mais dos primeiros discos, sendo ela um flerte floydiano com pitadas de Led Zeppelin. Incrível. O primeiro segmento do show se deu rápido, com curtas pausas entre as músicas e contagiando a multidão que cantou aos berros todas as estrofes.

A rotulação sempre foi algo que incomodou Dallas. Nunca se atrelando a um estilo e absorvendo referências diversas, as suas próprias músicas sofrem alterações de tempos em tempos, ‘Hello, I’m In Delaware’ foi repaginada e foi o único momento do show que senti o público soando mais baixo. Não por desaprovação, mas por prestar atenção nessa velha conhecida de rosto novo.

Nesse ponto, um agradecimento caloroso partiu de Dallas. Meio encabulado, disse que não conseguia expressar em palavras o que sente quando ouve uma multidão de um país estrangeiro cantando com a banda, mas que era percebido o amor naquele ambiente. ‘Lover Come Back’ foi maravilhosamente cantada por essas metades que se fundiam através da música.

Ficando sozinho no palco para revisitar antigos sucessos, uma brincadeira em tom de crítica foi lançada, se valendo pelos pedidos que foram feitos durante todo o show. Avisando que não poderia atender a todos, disse para deixarmos isso de lado e curtir a noite mesmo assim. A facilidade da crítica e a cultura do ódio nas redes sociais o preocupam visivelmente nessa fala, que deu lugar a ‘Nothern Wind’ e ‘The Girl’, contando com o retorno de todos os membros.

Uma banda barulhenta encerrou a noite com ‘Hope For Now’, mostrando que o trunfo dos últimos anos é justamente o conjunto. Nas entrevistas mais recentes, Dallas afirma quanto foi importante musicalmente esse encontro, especialmente com Jack Lawrence, baixista outrora do The Racounters. Ovacionados, a banda disse um “até logo” para os fãs que retornaram no dia seguinte (com mudanças no setlist) e com a promessa de uma experiência inesquecível para as outras cidades do Brasil que os aguardam.

city and colour3

Foto: Facebook Cine Joia

Setlist:
Woman
Northern Blues
Two Coins
If I Should Go Before You
Killing Time
Hello, I’m In Delaware
Wasted Love
Lover Come Back
Waiting…
We Found Each Other In The Dark
Sleeping Sickness
The Grand Optimist
As Much As I Ever Could
Day Old Hate
Body In A Box
Northern Wind
The Girl
Hope For Now

Compartilhe