clipes folk

Clipes Folk: Dois é Par, Le Banquet, Felipe De Vas, Estêvão Queiroga, Jullie e Qualquer Bordô

Faz um tempinho que não sai um post só sobre clipes aqui, né? Mas valeu a pena esperar… Olha só quanta lindeza! E tem folk para todos os estilos. 😉

Simples na letra, nas imagens e também no título da faixa. Este é o novo clipe do duo Dois é Par. Aqui Larissa e Jefté (ela carioca e ele cearense), em plena floresta, fazem o que sabem fazer de melhor: cantar sobre o amor.

Le Banquet lançou seu novo novo clipe, desta vez para a faixa ‘Cobertor’ que ganhou uma performance belíssima dos dançarinos de Felipe Militão e Anny Karoline Molla. A produção, direção e edição ficam por conta  da própria banda de São Paulo.

O músico alagoano Felipe De Vas, uma das novas caras do Pop-MPB, lançou seu clipe para a faixa ‘Gravidade’, que nomeia o seu álbum de estreia. Felipe faz um som sensível (e aqui com uma bela pegada folk) que é claramente traduzido em imagens neste clipe, que tem a direção é de Henrique Oliveira. Vale muito a pena ficar de olho neste rapaz.

Estêvão Queiroga lançou seu primeiro disco e de quebra, esse vídeo lindão! A narrativa da canção tem tudo a ver com as imagens que mostram a transformação de um garoto em homem, enquanto ele navega num barco sobre um rio (que bem podemos relacionar com a vida). É belo, poético e emocionante.

A cantora capixaba Jullie, ex-The Voice Brasil, está enveredando pelo folk-pop e lançou o clipe no seu novo single. Intitulada “Tão”, a canção é uma composição da Jullie com Bernardo Martins, produtor com o qual ela trabalhou no EP “Gasolina”, lançado há três anos.

Qualquer Bordô, formado pelos namorados Tai Britto e Carol Kozovits, lançou o clipe de “Mesmo Sem Saber”. O trabalho prepara terreno para o lançamento do primeiro disco da carreira do duo. Sob a direção de Rafael Rautha, o vídeo mostra a dupla durante uma viagem a Nova York. Sobre a letra, Carol contou a Rolling Stone Brasil – onde o vídeo foi lançado em primeira mão – que “‘Mesmo Sem Saber’ fala sobre como nós nos conhecemos em uma roda de violão e a nossa vida juntos agora. Foi a primeira letra que escrevi para o disco, então acredito que ela fale muito sobre quem somos.”

 

Compartilhe